Apresentando o típico e épico black metal pagão da Ucrânia, Zgard debruça-se sobre as teorias do animismo com os deuses animais... Zgard: animismo dos Cárpatos

Origem: Ucrânia
Género: pagan/black metal
Último lançamento: “Place to Power” (2021)
Editora: Schwarzdorn Production
Links: Facebook | Bandcamp

Apresentando o típico e épico black metal pagão da Ucrânia, Zgard debruça-se sobre as teorias do animismo com os deuses animais no nosso encalço esotérico.

«Aqueles que ainda não estão familiarizados com as nossas criações poderão abrir o portal para o misterioso mundo ancestral dos Cárpatos.»

Objectivos e expectativas: «Os nossos objectivos com este álbum não são diferentes do que já queríamos antes, que é expressar as nossas experiências esotéricas com a magia da música. Geralmente, a nossa criatividade não é um fim em si mesma, apenas as nossas emoções a espalharem-se, e dá para se ouvir o resultado disso. Quanto às expectativas, posso dizer uma coisa: os fãs de Zgard não ficarão desapontados, e aqueles que ainda não estão familiarizados com as nossas criações poderão abrir o portal para o misterioso mundo ancestral dos Cárpatos.»

Conceito: «É dedicado ao animismo: o mundo intangível de almas e espíritos que podem controlar o nosso mundo material, a teoria da animalidade de toda a natureza e cada uma das suas partes em separado. Em palavras mais compreensíveis, isto pode ser descrito como uma visão do mundo real através dos olhos da natureza e não dos humanos – uma compreensão natural da realidade. Essa ideia permeia todo o álbum e a nossa vida – é a pedra angular de todo o conceito de Zgard.»

Evolução e inspiração: «O som de Zgard mudou muito de álbum para álbum. Houve muitas experiências sonoras nos primeiros trabalhos, mas tornou-se mais monumental e confiante em 2014 com o álbum “Contemplation”, quando um baterista e um vocalista se juntaram ao projecto. Contudo, a componente conceptual permaneceu inabalável. Com o último álbum decidimos voltar às origens, com um som de guitarra mais cru e primitivo sem se quebrar os nossos cânones estabelecidos.
A inspiração principal das apresentações musicais sempre foi a natureza à nossa volta, as lendas dos Cárpatos ucranianos e o mundo dos deuses animais, espíritos e demónios da floresta, os nossos pensamentos, vidas e experiências. No passado distante, a visão do mundo musical foi significativamente influenciada por Immortal e Emperor.»

Review: Com um metal pagão que é sinónimo de países como Ucrânia, este projecto do leste europeu combina teclados algo folclóricos e etéreos com rasgos furiosos e afiados dignos do black metal mais cru e descomprometido. Damos por nós completamente absorvidos por uma serena espiritualidade capaz de nos transpor para o coração de uma floresta, algures longe da imaginação do Homem, onde não existe nada senão nós mesmos e a atmosfera a que nos deixamos render. Indicado para fãs de Drudkh e Khors, Zgard continua sem desapontar.