#Guitarrista

Subsolo

Unslaved: correntes de servidão

Divididos entre o Chile e os Estados Unidos, o veneno de eleição dos Unslaved é death metal com algumas influências de groove thrash clássico.

Publicado há

-

Origem: Chile/Estados Unidos
Género:  death metal
Último lançamento: “State of Insurrection” (2019)
Editora: Australis Records
Links: Facebook
Entrevista: João Correia | Review: Diogo Ferreira

Divididos entre o Chile e os Estados Unidos, o veneno de eleição dos Unslaved é death metal com algumas influências de groove thrash clássico.

“Metallica, Black Sabbath e Judas Priest foram bandas que me fizeram sentir um instinto primário de pegar numa guitarra e tocar o mais rápido possível”

O que esperar: «O metal mais puro e extremo. Quando começámos a banda, sabíamos que poderíamos fazer um óptimo trabalho de metal, porque cada um de nós trouxe experiência anterior de outras bandas, com ideias claras do que queríamos. Quando tocamos, sentimos a solidez de todas as notas e de todos os acordes que tocamos. O nosso último lançamento possui-o em todas as músicas, encontrarão isso em todas as partes do álbum. Metal extremo puro.»

Conceito: «Os “Unslaved” são um conceito com muitos significados, tanto pessoais, como no álbum; tanto socialmente, como interiormente. Ser um músico de death metal não é apenas tocar alto e rápido, é mais uma questão de resistir às agruras da vida e, para seguires em frente, são necessários sacrifícios pessoais para atingires os teus objectivos e pagares o preço das tuas escolhas, às vezes andando pelo inferno lutando contra ti próprio, mas precisas de ser forte e de saber pelo que lutas. »

Influências: «Os Unslaved foram formados em 2016 e a banda é composta por músicos de diferentes países, com sons que vagueiam pelo death metal, hardcore e groove thrash metal. Muitas coisas ao meu redor fizeram com que me introduzisse no metal, até eventos políticos no meu país, mas falando sobre influências musicais: Metallica, Black Sabbath e Judas Priest foram bandas que me fizeram sentir um instinto primário de pegar numa guitarra e tocar o mais rápido possível, assim como muitas bandas punk, caso dos The Exploited .»

Review: Claramente inspirado por bandas como Lamb Of God e Machine Head, este projecto internacional, que se divide entre Chile, Colômbia e EUA, executa um death/groove metal poderoso que também é capaz de se desdobrar em partes brevemente melódicas que rapidamente dão lugar a riffs pesados e solos gritantes, como se pode conferir em faixas como “Under Dehumanizer”. Ouvindo este quarteto, é impossível não se imaginar uma sala de concertos apinhada de gente em circle-pit.

Facebook

Destaques

Notícias

Artigos

Mundo das Guitarras © 2021