#Guitarrista

Artigos

Top 5: as melhores bandas neofolk

Nunca como nos últimos 5-10 anos o neofolk tinha sido alvo de tantos holofotes. O que durante décadas foi considerado extremamente underground com concertos organizados em locais previamente desconhecidos e com audiência algumas vezes presente apenas por convite, explodiu na cultura mainstream à custa de trilogias como “Lord Of The Rings” ou séries como “Vikings” e “Game Of Thrones”. O folk, ou neofolk se assim for preferido, é, hoje em dia, uma verdade para quem ouve música diariamente. A Metal Hammer Portugal fez uma selecção das cinco melhores ou mais proeminentes bandas da cena.

Allerseelen
Projecto austríaco fundado em 1987 por Gerhard Hallstatt, os Allerseelen são considerados os pioneiros do neofolk militarista que funde elementos folclóricos, pop e industriais. Com mais de duas dezenas de lançamentos, entre demos e LPs, a sonoridade de Allerseelen está longe das convenções ditas normais em que reina o experimentalismo. À imagem de Death In June, a banda já foi acusada de simpatia pelo nacional-socialismo devido à estética militar e à inclusão de alguns poemas da autoria de escritores afectos ao nazismo. Hallstatt viria a defender-se com a própria arte ao relembrar que também utiliza palavras de Hermann Hesse, Ricarda Huch e Friedrich Bernhard Marby, três personalidades da cultura germânica que se opuseram ao Terceiro Reich. Hallstatt já actuou em Aveiro ao lado dos espanhóis Àrnica e como Allerseelen no festival Entremuralhas (Leiria).

https://www.youtube.com/watch?v=UmdVrKH10rs

Wardruna
Banda norueguesa fundada em 2003 por Einar Selvik, Gaahl (ex-Gorgoroth) e Lindy Fay Hella, os Wardruna ganharam fama mundial quando participaram na criação da banda-sonora da série “Vikings”. Ao longo de quatro álbuns (o primeiro lançado em 2009, o último em 2018), o colectivo folclórico cria rendições próprias da cultura e tradição nórdicas. Devido à paixão pela herança étnica, mais uma vez, a arte confundiu-se com a política, mas Selvik não tardou a responder: «Vamos livrar a cultura pagã do norte das garras da extrema-direita», disse.

Heilung
Caso de sucesso no panorama neofolk, os Heilung alcançaram considerável popularidade no YouTube. Fundados apenas em 2014, esta banda angariou fãs velozmente com os discos “Ofnir” (2015), “Lifa” (2017) e o “Futha” (2019). Através de canções ritualistas, por vezes mesmo transes, o trio tenciona amplificar a cultura e herança nórdicas com inspiração em runas e escritos ancestrais. Com o lançamento de “Futha”, o grupo reiterou que qualquer tentativa de o ligar a políticas modernas ou a contextos religiosos é inútil, pois Heilung tenciona ligar os ouvintes a um tempo antes da chegada do Cristianismo ou de ideologias políticas modernas. Actuaram no festival Extramuralhas (Leiria, 2018).

Forndom
Com o até agora único álbum “Dauðra Dura” (2016), o sueco H.L.H. Swärd deu ar de si no underground folclórico com a sua sonoridade ritualista, melancólica e intimista retalhada por murmúrios vocais. Recorrendo aos arquivos da Ultraje, sobre “Dauðra Dura”, Swärd dizia que as suas canções «são sobre a morte através de uma perspectiva nórdica antiga. Morte não significa o fim. Morte é a fase liminar onde aprendemos sobre novas coisas que serão usadas na nossa próxima fase de vida. Portanto, de muitas formas, as canções reflectem a mudança e a fase liminar de Forndom».

Wolcensmen
Actualmente membro da banda black/folk metal Winterfylleth, Dan Capp projectou o seu nome com Wolcensmen, empreendimento com que lançou “Songs from the Fyrgen” (2016) e que viria a ser reposto em circulação pela Indie Recordings em 2018 com uma nova roupagem sonora. Entre o inglês moderno e o arcaico, Dan Capp coroa este álbum altamente atmosférico com uma voz limpidamente suave como um consolo só obtido num regaço terno, mas também pela guitarra acústica cristalina e pela percussão quente que acompanha todo o conceito e estética.

Menções honrosas:
– Darkwood
– Death In June
– Har Belex
– Forseti
– Nebelung
– Of The Wand And The Moon
– Sangre de Muerdago
– Sol Invictus
– Urze de Lume

Facebook

Apoia a nossa causa

Destaques

Notícias

Artigos

Mundo das Guitarras © 2021