#Guitarrista

Notícias

Juha Raivio (Swallow the Sun): «Odeio o novo álbum»

Swallow the Sun apresentam primeiro single do álbum a ser lançado em Novembro de 2021.

Publicado há

-

Ilustração: Doppelganger Art

No silêncio, os Swallow the Sun compuseram, gravaram e misturaram o seu próximo álbum “Moonflowers”, que será lançado a 19 de Novembro de 2021.

«Sei que não devia dizer isto, mas odeio profundamente este álbum», atira o mentor Juha Raivio. «Detesto para onde me leva, como me faz sentir e aquilo que representa para mim. Quem me dera que não. Mas por toda a honestidade, não tenho outra opção que não a de o adorar. É tudo o que me importa com música e não interessa como me faz sentir, desde que faça. Este álbum é como um espelho de uma profunda auto-desilusão, mesmo que eu queira acreditar que há mais e que pode haver mais do que isto em mim. Mas não preciso ou não quero falar mais sobre isso. No final, música significa muitas coisas diferentes para cada um de nós na maneira como fizemos os nossos caminhos, e isso é a beleza da música. Não há certo ou errado.»

Para além do álbum em si, os finlandeses vão lançar um disco bónus com versões instrumentais das oito novas músicas. Assim, a promoção começa com a interpretação orquestral dos Trio NOX para a faixa inaugural “Moonflowers Bloom in Misery”, que podes ouvir mais abaixo.

«Depois de ter terminado a composição para este disco no Outono de 2020, comecei a escrever umas pequenas versões instrumentais para violino, viola, violoncelo e piano», conta Juha. «Principalmente porque me perguntava como seria ouvir estas músicas nestas versões íntimas em vez de ser com a banda. Foi muito bonito de ver e ouvir estas músicas a ganharem vida desta maneira e forma quando gravadas numa grande igreja na Finlândia – poder ouvir os ecos desta música a reflectir na paredes da igreja e sentir a alma destes instrumentos tocados por pessoas reais naquele lugar sagrado, algo sobre ouvir-se as cordas a respirarem esta beleza frágil nas músicas que carregam tamanha dor. Olhando para trás, talvez tenha composto estas versões apenas para mim, para poder ouvir e sentir uma espécie de beleza e conforto nestas músicas, talvez…»

Facebook

Destaques

Notícias

Artigos

Mundo das Guitarras © 2021