#Guitarrista

Reviews

Ossuary Anex “Obscurantism Apogee”

Os Ossuary Anex deviam dar uma espreitadela aos lançamentos de destaque do género se estiverem interessados em elevar a fasquia – caso contrário, é difícil serem mais do que um anexo.

Publicado há

-

Editora: Xtreem Music
Data de lançamento: 22.09.2020
Género: death metal
Nota: 2.5/5

Os Ossuary Anex deviam dar uma espreitadela aos lançamentos de destaque do género se estiverem interessados em elevar a fasquia – caso contrário, é difícil serem mais do que um anexo.

Ossuary Anex é um nome estranho para uma banda. Se pensarmos bem, para que serve o anexo de um ossário? Muito possivelmente, é o sítio onde a pessoa das limpezas guarda o material e os produtos para fazer o seu serviço. No entanto, para este grupo russo não há-de ser isso de certeza – será antes a forma de exprimirem e executarem o seu death metal old-school, bem áspero e visceral, na onda do que fazem nomes grandes como Obituary ou Asphyx.

Quando se estrearam com “Awakening”, em 2012, foi isso mesmo que demonstraram: um death metal bastante tradicional, tocado em mid-tempo e sem quaisquer apetrechos adicionais.

Ao terceiro disco, a tendência mantêm-se e os nove temas deste “Obscurantism Apogee” são uma oferta de música decente, o que acaba por ser igualmente a maior falha deste disco – ou seja, é simplesmente muito normal, as faixas não conseguem despertar o ouvinte e acabam por se tornar num desfile de momentos previsíveis, chegando ao ponto de se ver se ainda falta muito para acabar o disco.

O grande problema acaba por ser na composição dos temas: é difícil dizer que há alguma grande malha ou um momento marcante durante o disco. Lembremo-nos que, felizmente, death metal old-school e de excelente audição ainda é feito nos dias de hoje, e talvez os Ossuary Anex devessem dar uma espreitadela aos lançamentos de destaque do género, tanto passados como recentes, se estiverem interessados em elevar a fasquia – caso contrário, é difícil serem mais do que um anexo.

Facebook

Destaques

Notícias

Artigos

Mundo das Guitarras © 2021