#Guitarrista

Artigos

Nacional: os melhores de 2019

Num ano recheado de bons lançamentos, como podes verificar abaixo, o metal nacional viu algumas destas bandas assinarem com editoras estrangeiras. Outras, como Gaerea, não tiveram nenhuma novidade discográfica, mas andaram pela Ásia e terão um novo disco em 2020 pela Season Of Mist. Já os Moonspell, ainda a promoverem “1755” (2017), embarcaram numa extensa digressão ao lado dos Rotting Christ ao longo de mais de 50 datas e reeditaram “Sin/Pecado” (1998) numa bonita versão em vinil.
Nesta recta final de 2019, é certo que 2020 promete!

-/-

Banda: Nihility
Álbum: “Thus Spoke The Antichrist”
Editora: Black Lion Records
Data de lançamento: 24.05.2019
Género: blackened death metal

«“Thus Spoke The Antichrist” é um disco que oferece ao movimento do blackened death metal uma abordagem interessante sem cair na cópia descarada dos grandes nomes do género e que nos faz prever que, com um pouco mais de andamento, o Mercedes tem tudo o que necessita para se tornar num Ferrari.» [João Correia] (review completa)

-/-

Banda: Glasya
Álbum: “Heaven’s Demise”
Editora: Pride & Joy Music
Data de lançamento: 12.07.2019
Género: symphonic metal

«Muito do que neste trabalho é apresentado pode ser catchy (e ainda bem), mas nada é cheesy, nem a banda se permite a incorrer por clichés baratuchos. “Heaven’s Demise” está cá de pedra e cal, esperando-se que seja capaz de abrir portas europeias para que Portugal possa ter o seu cantinho na cena sinfónica – se os Glasya forem capazes disso, ganhamos todos.» [Diogo Ferreira] (review completa)

-/-

Banda: The Black Wizards
Álbum: “Reflections”
Editora: Kozmic Artifactz / Raging Planet
Data de lançamento: 23.08.2019
Género: fuzz / blues / stoner

«É impossível ficar indiferente aos The Black Wizards, com a força progressiva do seu rock que soa a uma avalanche musical que vai aumentando de faixa para faixa. Surpreendem pela sua classe e maturidade, apesar da juventude. São donos de um rock muito progressivo e tóxico, altamente técnico e complexo, que está claramente a evoluir e a amadurecer de ano para ano.» [João Braga] (review completa)

-/-

Banda: Black Cilice
Álbum: “Transfixion of Spirits”
Editora: Iron Bonehead Productions
Data de lançamento: 06.09.2019
Género: black metal

«“Transfixion of Spirits” não é um álbum para toda a gente. É para quem idolatra, compreende e segue o black metal profundo de perto; e isto é escrito sem qualquer pretensão elitista, pois a realidade do panorama da música extrema diz-nos que black metal é, e sempre será, um subgénero mal-amado por uns e incompreendido por outros. Após várias merecidas audições, é certo que saímos com um espírito perfurado e, quiçá, renovado, mais aberto à escuridão que tantas vezes teimamos em aceitar que existe dentro de nós e que não pode ser aprisionada para sempre.» [Diogo Ferreira] (review completa)

-/-

Banda: Toxikull
Álbum: “Cursed and Punished”
Editora: Metal on Metal Records
Data de lançamento: 13.09.2019
Género: heavy/speed metal

«Com influências deliberadas mas ao mesmo tempo desafiadoras do eterno King Diamond, o colectivo nacional projecta uma sonoridade robusta e detalhada de contornos clássicos e refinados, tendo como âncora a voz imaculada de Lex Thunder e o trabalho de guitarra partilhado com Michael Blade, com este último a debitar leads imponentes e a elevar a potência de um disco onde os picos são incontáveis.» [Joel Costa] (review completa)

-/-

Banda: Alcoholocaust
Álbum: “Necro Apocalipse Bestial”
Editora: Helldprod
Data de lançamento: 05.09.2019
Género: black/thrash metal

«Merecedor de um lugar nos tops deste ano dentro do género, garante-nos sobretudo rock, pinga e blasfémia quanto bastem para mandar o politicamente correcto às urtigas.» [Andreia Teixeira] (review completa)

-/-

Banda: Apotheus
Álbum: “The Far Star”
Editora: Black Lion Records
Data de lançamento: 31.10.2019
Género: melodeath / prog metal

«Se os acontecimentos do miniconto ocorridos no ano 6538 UTS significaram uma nova era, “The Far Star”, do nosso ano de 2019, garante a realidade de que os Apotheus fazem parte da evolução do metal nacional.» [Diogo Ferreira] (review completa)

-/-

Banda: Blame Zeus
Álbum: “Seethe”
Editora: Rockshots Records
Data de lançamento: 08.11.2019
Género: hard-rock/metal

«É um álbum com um som aberto e bojudo, em que todos os elementos revelam um bom domínio técnico dos instrumentos, no qual a Sandra canta e encanta.» [João Rolo] (review completa)

-/-

Banda: Basalto
Álbum: “Odor”
Editora: Fuck Off and DIY
Data de lançamento: 01.11.2019
Género: stoner/doom metal

«“Odor” é um álbum pesado e austero, de uma tocante rusticidade. Um que nos prende com algum magnetismo, e mais naturalidade do que artifício, à viagem de quarenta e cinco minutos que dura esta descida ao inferno, onde “o sangue ferve”, ” a carne fora exala, freme, ofegante queima, no chão, já quase enxuta, apodrece, pungente cai e fundo grita”, e a “faca na língua fere”. “Odor” é um álbum que se revela e surpreende a cada nova audição.» [João Rolo] (review completa)

-/-

Banda: Wells Valley
Álbum: “Reconcile The Antinomy”
Editora: Black Lion Records
Data de lançamento: 08.11.2019
Género: black/sludge/post metal

«“Reconcile The Antinomy” é um trabalho claramente dedicado e complexo, que a cada nova audição nos oferece algo mais sem ser de mais. É por discos como “Reconcile The Antinomy” que dá gosto de ter ouvidos.» [João Correia] (review completa)

-/-

Menções honrosas:
Anifernyen
Besta
Destroyers Of All
Equaleft
Hourswill
Irae
Israthoum
Midnight Priest
Ravensire
Soul of Anubis
Uivo Bastardo

Facebook

Apoia a nossa causa

Destaques

Notícias

Artigos

Mundo das Guitarras © 2021