#Guitarrista

Artigos

Mötley Crüe e o acordo Cessation of Touring

Publicado há

-

Fundados em 1981, os Mötley Crüe assinavam o acordo Cessation of Touring em Janeiro de 2014, documento que proibia a banda de entrar em novas digressões após a despedida e que qualquer um dos membros seria alvo de um processo judicial caso tentasse quebrar o contrato.

Citado pela Rolling Stone, o baterista Tommy Lee comentava: «Sempre tivemos a visão de acabar com um bang do caraças e não a tocar em feiras e salas com um ou dois membros originais. O nosso trabalho está feito.» Na mesma fonte, o vocalista Vince Neil adicionava: «Vou ter saudades de tocar com os rapazes mas não vou deixar de tocar rock and roll. Sinto que há muitas excelentes oportunidades e projectos entusiasmantes depois de Mötley.»

Por sua vez, o advogado Doug Mark também tecia comentários sobre o acontecimento: «Outras bandas separaram-se devido a rancor e à inabilidade das pessoas se darem bem, mas isto é mútuo entre os quatro membros originais e uma decisão pacífica para se avançar para outras empreitadas (…)

Assim, e sem qualquer reunião no horizonte, os Mötley Crüe actuaram pelo globo terrestre, entre EUA, Austrália, Japão, Brasil e Europa, de Julho de 2014 a 31 de Dezembro de 2015, dia em que deram o derradeiro concerto no Staples Center em Los Angeles (EUA).

Depois disso, Nikki Sixx, Vince Neil, Mick Mars e Tommy Lee nunca mais se falaram até 2018, altura em que participaram na criação do biopic “The Dirt”, o que, surpreendentemente, os levou de volta ao estúdio para comporem algumas músicas presentes na banda-sonora da película.

No seguimento do sucesso cinematográfico e da exigência por parte de uma nova geração de Crüeheads para que a histórica banda se reunisse, os Mötley Crüe simplesmente destruíram o contrato e estão de volta no final de 2019.

O grupo norte-americano é conhecido pelos seus êxitos discográficos, como “Dr. Feelgood” (1989), e pela destruição que causavam por onde quer que passassem ao longo de cerca de 30 anos cheios de sexo, drogas e rock n’ roll.

Facebook

Destaques

Notícias

Artigos

Mundo das Guitarras © 2021