#Guitarrista

Subsolo

Litvrjia: seres irrequietos

Jovens e dinâmicos, os Litvjria têm a intenção de tornar a música extrema mais sua e a primeira amostra assenta no EP “Chased’ Til Death”.

Origem: Catalunha
Género: death metal
Último lançamento: “Chased’ Til Death” (EP, 2019)
Editora: independente
Links: Facebook | Bandcamp
Entrevista e review: Diogo Ferreira

Jovens e dinâmicos, os Litvrjia têm a intenção de tornar a música extrema mais sua e a primeira amostra assenta no EP “Chased’ Til Death”.

«O nosso objectivo principal é abraçar novos estilos musicais e torná-los como gostaríamos que fossem.»

Último lançamento: «Para o nosso primeiro EP “Chased Til Death” queríamos lançar as melhores faixas que compusemos na época em que tentámos misturar todas as nossas influências do metal extremo. Então, isto representa muito bem as nossas raízes musicais e o que nós queremos expressar enquanto músicos. As pessoas podem esperar por uma mistura entre toques pesados ​​e brutais sem perder a melodia.»

Conceito: «Cada música tem o seu próprio significado e, mesmo que a maioria das músicas deste EP tenham nascido da ideia de se fazer um álbum conceptual onde narramos a história de um monge que perdeu a sanidade, a temática acabou por ser sobre muitos outros sentimentos e experiências que queríamos expressar, como o amor ou a falta dele, a beleza no caos, a destruição, as mudanças na personalidade e a viagem de um marinheiro perseguido pelos seus medos mais profundos.»

Objectivos: «O nosso objectivo principal é abraçar novos estilos musicais e torná-los como gostaríamos que fossem, criando um som versátil e melódico, mas sem perder o seu poder.»

Review: Da Catalunha, este jovem quarteto libertou em Junho de 2019 o EP de estreia “Chased Til Death”, que em pouco mais de 25 minutos mostra ao que vem com o seu death metal aberto, muito à custa da prestação vocal de Albert Ortega que funciona como um híbrido entre hardcore e screamo. Jovens, mas com muito sangue na guelra, os Litvrjia realçam-se pelas malhas cativantes (entre death, black e groove metal muito pesado) e pelos solos bem executados. Indicado para fãs da cena sueca que estão sempre à procura de inovações dentro do subgénero.

Facebook

Apoia a nossa causa

Destaques

Notícias

Artigos

Mundo das Guitarras © 2021