#Guitarrista

Subsolo

I Saw The Deep: máquina voadora

Os I Saw The Deep utilizam stoner e doom metal para canalizarem as suas percepções da ficção-científica e misticismo

Publicado há

-

Origem: Holanda
Género: stoner/doom metal
Último lançamento: “Vimana” (EP, 2020)
Editora: independente
Links: Facebook | Bandcamp
Entrevista e review: Diogo Ferreira

Os I Saw The Deep utilizam stoner e doom metal para canalizarem as suas percepções da ficção-científica e misticismo.

«Achámos que um EP seria o melhor formato para nos apresentarmos novamente em cena.»

Objectivos: «O nosso objectivo com este EP é fazer com que todo o projecto seja posto em marcha novamente – sair e apresentar-nos ao público. Achámos que um EP seria o melhor formato para nos apresentarmos novamente em cena.»

Conceito: «O álbum não gira em torno de um conceito específico, mas a nossa música é tematicamente centrada em ficção-científica, tradição antiga e um senso geral de misticismo. Este EP é definitivamente um primeiro passo para nos inclinarmos ainda mais a nesse tipo de onda.»

Evolução: «A banda fez sua estreia há algum tempo como projecto a solo. Este segundo álbum é mais um esforço de grupo, agora que temos uma formação consistente, o que definitivamente influenciou a produção de maneira massiva. Agora, o nosso som está mais identificável do que nunca e queremos explorar esse nicho ainda mais. As nossas influências vão desde ambient atmosférico a música do mundo, música pesada clássica e moderna. Se for autêntico, negro e não muito polido, têm a nossa atenção.»

Review: Oito anos depois do LP de estreia, este trio holandês relança-se com um EP de cinco faixas composto por um stoner/doom metal que tem tanto de bélico como de etéreo, como podes ouvir através da faixa “Only The Eye”. Algo lentos e lamacentos q.b., como os subgéneros mencionados exigem, o grupo surpreende pela inesperada melodia dos refrãos e dos solos, mas também por uma abordagem sóbria ao prog que será notada pelos mais atentos.

Facebook

Destaques

Notícias

Artigos

Mundo das Guitarras © 2021