#Guitarrista

Subsolo

Hereditary: decadência hereditária

São de Bona mas podiam muito bem ser de Gotemburgo. O death metal alemão dos Hereditary é mesmo à sueca e fica no ouvido. Esperamos que fique também no teu!

Origem: Alemanha
Género: melodic death metal
Último lançamento: “Sin” (2018)
Editora: independente
Links: Facebook | Bandcamp
Entrevista: Diogo Ferreira | Review: João Correia

São de Bona mas podiam muito bem ser de Gotemburgo. O death metal alemão dos Hereditary é mesmo à sueca e fica no ouvido. Esperamos que fique também no teu!

«Esperem por death metal com um certo carimbo melódico.»

Último lançamento: «Com o álbum “Sin” queríamos mostrar um progresso musical e desenvolvimento no death metal e fazer um progresso em relação ao nosso lançamento anterior “Angel of Decay”. Esperem por death metal com um certo carimbo melódico.»

Conceito: «”Sin” lida com o fim do mundo. Descreve a decadência da humanidade.»

Sonoridade: «As pessoas dizem que parecemos In Flames antigo, At the Gates e Evocation. Dizem que nós não somos de Bonn [Bona], mas de GotheBonn.»

Review: O death metal melódico dos anos 1990 é o veneno escolhido pelos Hereditary, quarteto alemão que bebe influências directamente da fonte – In Flames, Children Of Bodom, At The Gates, Night In Gales e outras que tais caracterizam os gostos musicais e o rumo de composição dos Hereditary. “Inception Of The End” é um tema muito agressivo, mas também melódico e que facilmente nos recordará de alguns trabalhos realizados na Europa em meados de 1990. Ainda em fase de autodescoberta, é uma banda que poderá voar ainda mais alto com a devida dedicação.

Facebook

Apoia a nossa causa

Destaques

Notícias

Artigos

Mundo das Guitarras © 2021