#Guitarrista

Reviews

Finntroll “Vredesvävd”

Um álbum sólido e vigoroso.

Publicado há

-

Editora: Century Media Records
Data de lançamento: 18.09.2020
Género: folk metal
Nota: 4/5

Um álbum sólido e vigoroso.

Há muito estabelecidos e com álbuns sempre muito bem recebidos, os trolls finlandeses regressam aos discos sete anos depois de “Blodsvept”. A espera pode ter sido longa, mas isso não quer dizer que a banda tenha ficado totalmente parada, até porque a estrada foi um habitat durante parte deste período. Assim, e ouvindo-se a novidade intitulada “Vredesvävd”, podemos desde já assumir que mais vale tarde do que nunca e em boa hora voltaram às lides discográficas com um registo sólido e vigoroso.

Com uma produção espantosa que equilibra todos os elementos, originando-se uma robusta atmosfera que conjuga muito bem todos os instrumentos, são os teclados (com todas as suas variantes) que obtêm maior destaque neste novo conjunto de temas musculados e épicos, muitas vezes quase cinematográficos. Com uma ala folk construída à base de teclas e orquestrações, as guitarras pesadas e as vozes demoníacas compõem uma facção metal muito coesa que facilmente gera headbanging.

Por mais que possamos falar da negritude de “Att döda med en sten”, do death/thrash de “Ormfolk”, do folk mais directo de “Grenars väg” ou do plano dançante de “Mask”, dificilmente se encontram momentos que realmente brilham unilateralmente, porque “Vredesvävd” foi pensado para actuar como um corpo uno, um álbum que, muito cativante do princípio ao fim, não tenciona fugir em demasia de um plano previamente traçado que nos oferece um grupo de músicas à Finntroll, que se regem maioritariamente por teclados e orquestrações envolventes e orelhudas, sem nunca se esquecerem abordagens mais agressivas através de, por exemplo, blast-beats.

Em suma, sete anos de espera que são recompensados por um disco lindamente criado e executado, que deverá ser novamente alvo de críticas positivas. Talvez este retorno coeso e coerente dê aos Finntroll o ânimo necessário para que, mesmo em tempos difíceis, não nos façam esperar tanto tempo por mais um álbum.

Facebook

Destaques

Notícias

Artigos

Mundo das Guitarras © 2021