#Guitarrista

Reviews

Fear Factory “Aggression Continuum”

Cada riff é uma arma imperativa na guerra entre homens e máquinas que se testemunha ao longo de 10 faixas impressionantes.

Editora: Nuclear Blast
Data de lançamento: 18.06.2021
Género: industrial metal
Nota: 4/5

Cada riff é uma arma imperativa na guerra entre homens e máquinas que se testemunha ao longo de 10 faixas impressionantes.

Fear Factory. Um nome que tem tanto de sucesso como de drama. Da inovação com “Demanufacture” (1995) à comercialização com “Digimortal” (2001), passando pela surpresa que foi “Genexus” (2015), este “Aggression Continuum” é um renascimento com muitas aspas.

Novamente, o vocalista Burton C. Bell bateu com a porta, desta feita na fase final de 2020, abandonando Dino Cazares pela enésima vez. Entre processos judiciais e falências, o disco está no limbo desde 2017. Contudo, Bell continua no universo FF – tanto pelo legado como pela presença da sua voz no álbum. Quem se seguirá? Saber-se-á a seu tempo.

Para já, o que conta é a agressividade deste estrondoso trabalho que reúne uma colecção de riffs contundentes e arranjos industriais/cinematográficos que oferecem um ambiente muitíssimo arrojado e amplo.

“Aggression Continuum” é um registo realmente irritado, mesmo nas partes melódicas e nos segmentos limpos por parte de Bell. Por seu turno, Cazares, por mais problemas que tenha vivido, está numa forma criativa invejável com cada riff a ser uma arma imperativa na guerra entre homens e máquinas que se testemunha ao longo de 10 faixas impressionantes. Excelente!

Texto originalmente publicado no #07 da revista Guitarrista. Sabe mais sobre os produtos da Guitarrista aqui.

Facebook

Apoia a nossa causa

Destaques

Notícias

Artigos

Mundo das Guitarras © 2021