#Guitarrista

Reviews

Dragony “Viribus Unitis”

Polivalente, apresentando um power metal multifacetado, rápido e vibrante.

Publicado há

-

Editora: Napalm Records
Data de lançamento: 15.01.2021
Género: power/symphonic metal
Nota: 3.5/5

Polivalente, apresentando um power metal multifacetado, rápido e vibrante.

A banda austríaca apresenta-se com um novo disco, o quarto, intitulado “Viribus Unitis”. Após assinarem com a Napalm Records, ainda no transacto ano de 2020, o grupo preparou este lançamento para a grandiosidade e uma epicidade fora do vulgar, sobretudo em comparação aos álbuns anteriores. Após um fantástico conceito em “Legends”, o longa-duração de estreia altamente bem-sucedido do grupo austríaco, este “Viribus Unitis” acaba por criar uma sensação de regresso às raízes, contendo muita da magia presente no álbum de baptismo.

De imediato, salta-nos aos ouvidos a grandiosidade que a banda nos quer impor com uma faixa de abertura portentosa e eficaz. Na realidade, essa mesma faixa introduz-nos a um mundo conceptual verdadeiramente ambicioso e muito bem estruturado. O conceito centra-se no Príncipe Herdeiro Rudolf da Áustria, com uma versão diferente da sua vida, ignorando os verdadeiros factos relacionados com a sua morte. Apesar de ser um tema muito patriótico e muito remoto, a verdade é que muito do conceito surgiu em filmes actuais, com um legado actual. A partida de Rudolf para um mundo do obsceno, místico e quase demoníaco torna a narrativa deste álbum no mais ambicioso e criativo que os austríacos alguma vez criaram, conseguindo unir a magia alegórica do seu primeiro longa-duração com a maturidade de uma banda que já anda nestas andanças há quase 15 anos.

Apesar de não ser um álbum perfeito, a produção é tremendamente melhorada, mesmo após um 2020 difícil para muitas bandas. A pandemia prejudicou a produção do álbum e, certamente, a digressão – no entanto, os vienenses a part-time no mundo da música conseguiram lançar um disco bom e sólido com uma narrativa realmente diferente e inovadora. A criação de mundos alternativos que apresentam versões díspares dos factos nem sempre poderá ter bons resultados, sobretudo em papel, mas, em álbum, “Viribus Unitis” cria uma sensação de pertença da primeira à última faixa. Musicalmente, é polivalente, apresentando um power metal multifacetado, rápido e vibrante, sem perdas de sons ou enchimento de temas. Claramente, estes anos de experiência em muito ajudaram o progresso dos Dragony, já que musicalmente melhoraram a sua capacidade criativa com orquestrações e arranjos mais épicos, certamente apropriados para o power metal que tanto gostam de executar.

Facebook

Destaques

Notícias

Artigos

Mundo das Guitarras © 2021