#Guitarrista

Subsolo

Dogs Of Gomorrah: libertem os cães!

Com um EP e um single, os Dogs Of Gomorrah prometem que há mais para mostrar proximamente.

Origem: Alemanha
Género: thrash/death/black metal
Último lançamento: “Veluciferian” (single, 2019)
Editora: independente
Links: Facebook | Bandcamp
Entrevista: Diogo Ferreira | Review: João Correia

Com um EP e um single, os Dogs Of Gomorrah prometem que há mais para mostrar proximamente.

«Muita atitude DIY e sem tretas.»

O que esperar: «Desde o nosso EP de estreia, “Unleash the Dogs”, houve algumas mudanças nas guitarras e demorámos algum tempo até encontrar o guitarrista perfeito. O single actual, “Veluciferian”, é tipo um sinal de vida, [significando] que ainda estamos aqui e que há mais para vir. Apresenta Ben como novo guitarrista, bem como os seus talentos como compositor ou riffmaster ou o que lhe quiserem chamar. O que podem esperar de Dogs of Gomorrah é thrash / death metal bom e honesto, com muita atitude DIY e sem tretas.»

Conceito: «Musicalmente, não há um plano mestre ou uma estrutura – não nos limitamos. Se gostamos de algo, fazemos, seja uma música mais curta, crua e punk, como “Angry, Old and Pissed”, ou músicas mais longas com arranjos mais complexos e várias secções diferentes, que também misturam diferentes estilos de metal.
No que diz respeito às letras, existem algumas músicas que são puro entretenimento, como filmes de terror, mas também existem músicas sobre tópicos importantes para nós. Somos pessoas que passam a vida de olhos abertos (na maioria das vezes), e às vezes há a necessidade de comentar o que vemos e vivemos, pessoalmente ou como parte da sociedade, como injustiça, corrupção, abuso de poder e assim por diante.»

Evolução e referências: «O Sebl, o Frank e o DD são amigos há quase 20 anos e, ao longo do tempo, tocaram juntos em várias bandas e ambientes antes de fundarem Dogs of Gomorrah. Eles, assim como Ben, têm raízes semelhantes na cena punk e metal, e, embora os nossos gostos individuais variem e abranjam um amplo espectro de músicas, há uma grande sobreposição e um núcleo de death / thrash que todos adoramos. No entanto, bandas como Bolt Thrower, Thin Lizzy, Discharge e Celtic Frost e algumas bandas de thrash metal, punk e black metal escandinavo da velha-guarda são influências e não referências. Também houve participação dos guitarristas anteriores, é claro, mas reorganizámos algumas das músicas mais antigas para que representem a nossa formação e atitude actuais. Portanto, sim, houve uma evolução em direcção a um som um pouco mais cru e directo, com uma pitada de punk e black metal.»

Review: O single “Veluciferian”, dos alemães Dogs Of Gomorrah, mistura thrash, death e black metal rudimentares para passarem a mensagem da banda sem que haja espaço para confusões. Entretanto, também é possível ouvir alguma influências de war metal, ainda que ligeiras, mas que assentam que nem uma luva nas partes certas. A principal característica da banda é não tentar parecer o que não é, o que vale muito. Grave, cru e com uma produção a condizer, conseguirá agradar a fãs de death metal cavernoso da velha-guarda.

Facebook

Apoia a nossa causa

Destaques

Notícias

Artigos

Mundo das Guitarras © 2021