#Guitarrista

Reviews

Diabolical Mental State “Diabolical World”

O disco mostra-nos também uns Diabolical Mental State com os recursos de que necessitam para subir na cadeia alimentar caso se predisponham a arriscar só um pouco mais!

Publicado há

-

Editora: independente
Data de lançamento: 13.09.2019
Género: groove metal
Nota: 3/5

“Diabolical World” propõe-nos a selvajaria musical que se pode esperar de uma banda predominantemente groove metal, deixando um rasgo de destruição ao longo dos 40 minutos de duração deste álbum de estreia que é inutilmente acalentado pelo uso excessivo de samples, uma vez que aqui não mais fazem do que quebrar um ritmo que se quer sempre em máxima força.

Se com “The Town” a banda dá-se a mostrar algo insípida e aparentando não querer sair da sua zona de conforto, “Home Invasion” prova-nos o preciso oposto, com os Diabolical Mental State a percorrerem os caminhos secundários do thrash, crossover e do hardcore, e a permitirem-se encontrar uma identidade musical afiada e devastadora. O próximo cenário de guerra surge com “Jungle” e “Elements of War”, com a banda a levar-nos de volta às ideias apresentadas no início do disco e com esta última a ver o seu crescendo interrompido por um registo mais lento, trazendo-nos à memória a base doom de uns Alice In Chains.

Os Diabolical Mental State voltam a surpreender com “Dark Days”, onde as quebras de ritmo e break-downs colidem com a fórmula groove, permitindo à banda florescer e trazer algo mais a uma sonoridade onde não lhe podemos negar o potencial. Destaque para “Children of the Tides”, que encerra este “Diabolical World” com um agradável duelo de guitarras, ao apresentar uma boa combinação de thrash e death metal melódico.

“Diabolical World” é uma estreia sólida com ideias interessantes que merecem um melhor desenvolvimento. O disco mostra-nos também uns Diabolical Mental State com os recursos de que necessitam para subir na cadeia alimentar caso se predisponham a arriscar só um pouco mais!

Facebook

Destaques

Notícias

Artigos

Mundo das Guitarras © 2021