#Guitarrista

Reviews

Dephosphorus “Sublimation”

Dephosphorus é impróprio para cardíacos.

Publicado há

-

Editora: 7Degrees Records, Selfmadegod Records, Nerve Altar Records
Data de lançamento: 11.09.2020
Género: death metal / grindcore
Nota: 3.5/5

Dephosphorus é impróprio para cardíacos.

Dephosphorus é impróprio para cardíacos, e o novo álbum “Sublimation” atesta isso mesmo. Ao longo de 10 faixas, quatro amigos que partilham a paixão por metal e ficção científica juntam-se para expulsarem de dentro de si todas as ideias criativas que têm desenvolvido nos últimos três anos, após o terceiro álbum “Impossible Orbits” (2017).

Com gritos horripilantes, que demonstram uma loucura incurável, os gregos apostam numa amálgama de estilos extremos para nos oferecerem as suas visões conceptuais e musicais. Muito inspirados no autor Iain M. Banks, especialmente na teoria da sublimação presente no livro “The Hydrogen Sonata”, o quarteto encontrou uma fórmula para fundir sons alienígenas que dão um ar sinistro, punk, alguma inclinação doom metal e muito death metal / grindcore.

“Sublimation” é um percurso tortuoso em que tanto nos movemos quase a arrastar-nos (algo próximo do doom metal) como ganhamos um boost insano nos momentos agressivos e tresloucados alimentados por espasmos de death metal / grindcore – e é precisamente isso que faz deste disco uma situação imprópria para cardíacos e, mais importante, é o que dá personalidade a uns Dephosphorus irredutíveis.

Facebook

Destaques

Notícias

Artigos

Mundo das Guitarras © 2021