Com “Echoes of the Soul”, as Crypta não pretendem deixar os louros em mãos alheias e estão de olhos postos no... Crypta “Echoes of the Soul”

Editora: Napalm Records
Data de lançamento: 11.06.2021
Género: thrash/death metal
Nota: 4/5

Com “Echoes of the Soul”, as Crypta não pretendem deixar os louros em mãos alheias e estão de olhos postos no trono do death metal dos nossos dias.

Grupo feminino formado em 2019, Crypta é composto por Fernanda Lira na voz e no baixo, Luana Dametto na bateria (ambas vindas de Nervosa) e pelas talentosas guitarristas Sonia Anubis (Cobra Spell, ex-Burning Witches) e Tainá Bergamaschi (ex-Hagbard). Quatro jovens mulheres com sangue na guelra, as Crypta têm em “Echoes of the Soul” o primeiro tento discográfico que não deixará ninguém indiferente e será, porventura, alvo de grandes aplausos.

Elevando e melhorando a experiência obtida em projectos anteriores, a banda influencia-se no velho para fazer novo sempre com o olhar fixo numa assinatura sonora que se pretende própria.

Com uma atmosfera negra e ameaçadora, ao longo de 10 faixas as Crypta exibem as suas influências no death metal mais clássico com sabor a Chuck Schuldiner e até no black metal com laivos de Mayhem. Por outro lado, não descuram o caminho thrash metal que fizeram em nomes como Nervosa, o que assinala também o pré-death metal dos 1980s.

Por todo o disco há um reflexo vicioso e uma aura infernal libertados em cada berro sardónico de Fernanda Lira e em cada blast-beat impactante de Luana Dametto. Tudo muito beligerante e corrosivo, a pujança desenfreada que aqui se ouve é muitas vezes coroada pelos machados de Sonia e Tainá, que oferecem riffs altamente afiados e solos com interessantes reminiscências de outros tempos.

Com “Echoes of the Soul”, as Crypta não pretendem deixar os louros em mãos alheias e estão de olhos postos no trono do death metal dos nossos dias. Resta-nos desfrutar deste portento, esperar que 2022 lhes permita subir aos palcos (incluindo os portugueses) e depois, sim, almejar-se um segundo álbum que ultrapasse esta estreia – estamos ansiosos por isso!