#Guitarrista

Reviews

Cro-Mags “2020” EP

“2020” é muito mais a banda-sonora perfeita para o ano que está a chegar ao fim do que apenas mais um trabalho de Cro-Mags e merece ser ouvido do início ao fim, pois atingiu em cheio o seu objectivo e retratou com mestria estes tempos confusos, difíceis e absolutamente tenebrosos.

Editora: Mission Two Entertainment
Data de lançamento: 11.12.2020
Género: hardcore punk
Nota: 4.5/5

“2020” é muito mais a banda-sonora perfeita para o ano que está a chegar ao fim do que apenas mais um trabalho de Cro-Mags e merece ser ouvido do início ao fim, pois atingiu em cheio o seu objectivo e retratou com mestria estes tempos confusos, difíceis e absolutamente tenebrosos.

Pode-se dizer que o Cro-Mags foi uma das bandas fundadoras do hardcore nova-iorquino nos anos 1980 e uma das maiores influências para inúmeros grupos que vieram depois. Com quase quatro décadas de carreira, estas lendas do estilo lançam a banda-sonora definitiva para um dos anos mais caóticos e difíceis da História – sejam bem-vindos a “2020”.

“Age of Quarentine” abre o disco com longos trechos instrumentais, uma levada densa e quase sombria, que transmite bem os incertos tempos de quarentena e pandemia que nos assolam, mas quando começa de facto é aquele hardcore clássico e violento que a banda praticamente ajudou a criar. Em “2020” resume-se o ano que está quase a acabar com riffs frenéticos e alucinantes, mantendo a atmosfera sombria e pesada. O resultado funciona perfeitamente para sintetizar estes tempos loucos, absurdos e insanos que vivemos.

“Life on Earth” fala sobre a realidade que vivemos com a crise global e o colapso económico e da sociedade de forma curta e directa, uma verdadeira chapada na cara dada de maneira puramente hardcore. Após uma introdução que é quase um ragga, “Violence and Destruction” é pura violência e destruição (como diz o próprio título!), com solos alucinantes e bateria imparável, reproduzindo o que se passa na sociedade actual. Na sequência, “Chaos in the Streets” é a música do EP que facilmente poderia entrar na discografia da banda como um clássico – um hardcore acelerado e pesado, com um refrão grudento e gritante para representar bem este ano de manifestações intensas por todo o mundo. De seguida, “Cro-Fusion” encerra a audição com uma verdadeira e caótica jam-session instrumental agressiva e electrizante, com destaque para as linhas de baixo cheias de groove e aceleradas, terminando com gravações sonoras de manifestações e tumultos – perfeito para fechar com chave de ouro este trabalho que resume bem o que foi vivido neste ano tão difícil, mas cheio de aprendedizagem.

Com uma duração de 20 minutos e 20 segundos, “2020” é muito mais a banda-sonora perfeita para o ano que está a chegar ao fim do que apenas mais um trabalho de Cro-Mags e merece ser ouvido do início ao fim, pois atingiu em cheio o seu objectivo e retratou com mestria estes tempos confusos, difíceis e absolutamente tenebrosos.

Facebook

Apoia a nossa causa

Destaques

Notícias

Artigos

Mundo das Guitarras © 2021