#Guitarrista

Subsolo

Cactek: homem-cacto contra o mundo

Homens-cacto e death metal.

Origem: Brasil
Género: death metal
Último lançamento: “Spam with a Plan” (single, 2021)
Editora: independente
Links: LinkTree

Um homem-cacto contra a sociedade corrupta e religiosa. Um death metal com vastas influências de Carcass. Eis Cactek.

«Finalmente, com recursos e maturidade suficientes, sinto que posso transmitir o meu ponto de vista.»

O single: «O último lançamento é também o primeiro. Como estou a gravar o álbum, decidi apresentar Cactek com este single. Em termos de expectativas, tudo o que posso prometer é uma experiência death metal sincera e meticulosa. Tive a sorte de ter o Jacob Holm-Lupo a masterizar a faixa e a dar-me algumas orientações muito importantes durante a mistura. Portanto, estou confiante de que a mensagem foi transmitida correctamente.»

Conceito: «A melhor descrição deste single, e de Cactek como um todo, é gráfica: o homem-cacto retratado na capa pelo incrível João Antunes. O personagem representa como me sinto perante uma sociedade corrupta e religiosa. A sua pele grossa e com espinhos é uma defesa contra o ambiente hostil. Para além disso, todas as faixas são muito pessoais, portanto aquele gajo verde está completamente alinhado com a música.»

Evolução e referências: «Falar sobre evolução é difícil porque este é, afinal, o primeiro single de um álbum de estreia. Pessoalmente, porém, sinto que tanto o álbum em andamento como o single são a realização de um tipo de música que tenho buscado desde os meus vinte e poucos anos. Agora, finalmente, com recursos e maturidade suficientes, sinto que posso transmitir o meu ponto de vista. Em termos de referências, para manter as coisas simples, mencionaria Death, Carcass e Testament. Se gostas de qualquer um desses três, certamente és o meu público-alvo.»

-/-

Review: Algo meticuloso e técnico, mas também bruto e cru q.b., o som de Cactek entra e fica no ouvido como manteiga derretida, tamanha a agilidade apresentada em temas como “Spam with a Plan”. Porém, tal facilidade será mais adequada para os ouvidos inconformados e não tanto para quem prefere sonoridades e composições directas, porque o que aqui ouvimos apresenta uma narrativa sónica diversa e estrutural com vários segmentos e riffs diferentes. Muito indicado para fãs de Carcass (a voz e as guitarras não enganam), Death e, em certa dose, para adeptos de In Flames.

Facebook

Apoia a nossa causa

Destaques

Notícias

Artigos

Mundo das Guitarras © 2021