Helloween “Helloween”

A excelência nunca envelhece e acabamos por estar em condições de dizer que não havia tanta excitação à volta de um disco de power metal há muitos anos.

Ler mais
Fear Factory “Aggression Continuum”

Cada riff é uma arma imperativa na guerra entre homens e máquinas que se testemunha ao longo de 10 faixas impressionantes.

Ler mais
Go Ahead And Die “Go Ahead And Die”

O som é como o nome da banda: cru, implacável, chocante e vibrante.

Ler mais
Crypta “Echoes of the Soul”

Com “Echoes of the Soul”, as Crypta não pretendem deixar os louros em mãos alheias e estão de olhos postos no trono do death metal dos nossos dias.

Ler mais
Vexed “Culling Culture”

Os Vexed mostram dinamismo e criatividade, impondo-se com um metal modificado, com trejeitos de groove, progressivo e hardcore, o que denota uma intensidade e talento ímpares.

Ler mais
Cirith Ungol “Half Past Human”

Aquela sensação de estarmos a ouvir restos de temas anteriores é o que mais define “Half Past Human”.

Ler mais
Hanging Garden “Skeleton Lake”

A maturidade trouxe segurança e formas definitivas ao trabalho dos Hanging Garden.

Ler mais
Vulture “Dealin’ Death”

“Dealin’ Death” capta a essência dos grandes clássicos formadores do estilo de há 40 anos com mestria, mostrando por que é que Vulture é uma das melhores novidades do thrash da última década.

Ler mais
Zgard “Place to Power”

Damos por nós completamente absorvidos por uma serena espiritualidade capaz de nos transpor para o coração de uma floresta, algures longe da imaginação do Homem, onde não existe nada senão nós mesmos e a atmosfera a que nos deixamos render.

Ler mais
Djevel “Tanker som rir natten”

“Tanker Som Rir Natten” é um disco de black metal acima de competente, mas falta-lhe uma coesão nas músicas que nos impede de manter o foco.

Ler mais