#Guitarrista

Reviews

Aborted “La Grande Mascarade” EP

Rápidos, incisivos, meticulosos, brutais e sem piedade.

Publicado há

-

Editora: Century Media Records
Data de lançamento: 17.04.2020
Género: death metal
Nota: 3.5/5

Rápidos, incisivos, meticulosos, brutais e sem piedade.

Banda mais internacional e pujante da Bélgica, os Aborted têm, até à data, 10 álbuns na sua discografia e alguns dos quais sendo bastante potentes, como “Goremageddon: The Saw and the Carnage Done” (2003), “Global Flatline” (2012) ou “Retrogore” (2016), que salientam a veia brutal e técnica dos veteranos de Beveren. O que também não falta são EPs, algo que os Aborted têm lançado entre cada longa-duração.

O novo “La Grande Mascarade” fora pensado para ser distribuído durante a digressão norte-americana com os históricos Napalm Death, mas a pandemia Covid-19 trocou-lhes as voltas. Todavia, o registo continua a ser promovido e certamente chegará aos seus fãs por outros meios que não uma digressão.

Composto por três faixas, ao longo de quase 12 minutos somos convidados a entrar no muito particular universo de Aborted. Enquanto a inaugural “Gloom and the Art of Tribulation” evoca ambientes cósmicos com muito temor à mistura através de uma guitarra lead que guincha de uma forma estridente, a segunda “Serpent of Depravity” impõe um sentido muito técnico com bastante shredding e uma toada, digamos, mais imperial na sua fase final. A fechar, “Funereal Malediction” funciona basicamente como um resumo daquilo que os Aborted são: rápidos, incisivos, meticulosos, brutais e sem piedade.

Olhando para o intervalo de tempo entre LPs, os Aborted não deverão fazer-nos esperar muito mais tempo por um novo longa-duração – talvez em 2021, quem sabe… –, mas enquanto tal não acontece e enquanto não puderem voltar à estrada, o EP “La Grande Mascarade” será uma nova e boa opção para se ouvirem as recentes composições destes incessantes criadores de música extrema.

Facebook

Destaques

Notícias

Artigos

Mundo das Guitarras © 2021